Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Zanadu!

Crónicas de Timbuktu, Trevim e Lisboa (nos melhores dias)

Zanadu!

Crónicas de Timbuktu, Trevim e Lisboa (nos melhores dias)

Acerca da singularidade de Feynman e outros que tais

por Tiago, em 26.10.14

Talvez o traço comum aos grande génios seja a capacidade de questionar e olhar para as coisas de pontos de vista inéditos. Mais do que a grande capacidade do cérebro ou a grande quantidade de conhecimento acumulado a ganhar pó num qualquer córtex cerebral ou seja qual for o nome dado pelos neuro-cientistas às estruturas responsáveis pelo armazenamento da informação.

 

 

Acerca da susceptibilidade a bem falantes

por Tiago, em 23.10.14

Ainda sobre as aventuras do físico Richard Feynman com a língua portuguesa: depois de algum tempo aprender espanhol para preparar a sua viagem para a América do Sul, ficou definido que passaria algum tempo num centro de pesquisa no Rio de Janeiro. No avião, e de modo a perceber até que ponto as suas noções muito básicas de português adquirido em contra-relógio seriam utéis, meteu conversa com uns passageiros portugueses. Contando a sua história, Feynman depara-se a certa altura com um problema:

 

Now I wanted to say, “So, I learned Portuguese,” but I couldn’t think of the word for “so.” I knew how to make BIG words, though, so I finished the sentence like this: “CONSEQUENTEMENTE, apprendi Portugues!” When the two men came back with the baggage, she said, “Oh, he speaks Portuguese! And with such wonderful words: CONSEQUENTEMENTE!”

 

É impressão minha ou isto é exactamente a forma como o esternocleidomastóideo de Vasco Santana impressionou as suas (s)antas tias na Canção de Lisboa?

 

 

 

Acerca das potencialidades da língua portuguesa

por Tiago, em 19.10.14

Numa altura em que tanto se discute o português a propósito do Acordo Ortográfico, fica a história de como o físico Richard Feynman decidiu aprender a nossa língua em detrimento do espanhol. A ideia de Feynman era passar uma temporada na América do Sul e daí a sua necessidade de aprender a língua. Abaixo a história destas peripécias e que consta do livro semi-autobiográfico Surely You're Joking, Mr. Feynman!. Um livro imensamente divertido que revela um carácter excepcional de um físico teórico que foi a tribunal defender bares com empregadas em topless, participou no Carnaval do Rio e ainda teve tempo para ganhar um prémio Nobel.

 

"Cornell had some foreign language classes which followed a method used during the war, in which small groups of about ten students and one native speaker speak only the foreign language-nothing else. Since I was a rather young-looking professor there at Cornell, I decided to take the class as if I were a regular student. And since I didn’t know yet where I was going to end up in South America, I decided to take Spanish, because the great majority of the countries there speak Spanish. So when it was time to register for the class, we were standing outside, ready to go into the classroom, when this pneumatic blonde came along. You know how once in a while you get this feeling, WOW? She looked terrific. I said to myself, “Maybe she’s going to be in the Spanish class—that’ll be great!” But no, she walked into the Portuguese class. So I figured, What the hell—I might as well learn Portuguese."

 

Apesar do excelente argumento em defesa do português, o espírito racional de Feynman levou-o a escolher o espanhol por ser maioritário na América do Sul. Ironicamente acabou por passar 9 meses a dar aulas no Brasil.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Links

Blogs