Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zanadu!

Crónicas de Timbuktu, Trevim e Lisboa (nos melhores dias)

Zanadu!

Crónicas de Timbuktu, Trevim e Lisboa (nos melhores dias)

Acerca do nosso perpétuo movimento de translação

por Tiago, em 15.04.15

Num cenário mais ou menos estranho, exótico e adverso para dois americanos como a cidade de Tóquio, sente-se o exacerbar da a solidão dos dois personagens principais que se cruzam numa procura de empatia, acima de tudo. O Japão parece apenas uma metáfora para estilos de vida cada vez mais solitários, tão supostamente sociais mas onde a distância entre as pessoas é sempre e cada vez maior.

As cenas em que Bill Murray telefona para a mulher e a Scarlett Johansson para uma amiga nos EUA são algo que achei especialmente real e até auto-biográfico: ter algo para dizer, não ter ninguém para escutar (apesar de se estar rodeado de pessoas) e lidar com a angústia subjacente; uma demonstração eloquente da expressão "alone in the crowd".

É impressionante a forma como o filme consegue transmitir um conjunto de ideias, principalmente através do subtexto, dos silêncios e do que fica por dizer; tudo assente na química improvável dos dois actores principais. A banda sonora é um mundo à parte com músicas dos Air, My Bloody Valentine e, especialmente, "Just Like Honey" dos The Jesus And Mary Chain. Vale a pena ver sem dúvida.

Everyone wants to be found.

 

6 comentários

  • Imagem de perfil

    De Tiago a 21.04.2015 às 22:57

    Obrigado pela paciência que tiveste para ler e comentar :)
  • Imagem de perfil

    De Honey Jade a 24.04.2015 às 04:49

    Então porque o filme te deixou a pensar bué! Se eu visse o filme assim do nada talvez não ficasse a pensar tanto. Se calhar não era essa a expressão a aplicar neste caso, mas não me lembro de mais nenhuma xD Ó, é só um pouquinho.

    “não tenho nada de jeito para dizer” sabes o que eu acho? Acho que devias deixar de ser tão modesto e começar a ser mais realista ;) mas espera que ainda não acabei: dizes que só escreves coisas desinteressantes, isso era estares a admitir que te consideras uma pessoa muito desinteressante. Achas isso bem? Eu não acho isso bem! Afinal pergunto: o que é que é ser interessante para ti? Quero saber e não fujas às minhas perguntas como fizeste já várias vezes; ah e essa do NS/NR não vale :P

    “acho que andamos cada vez mais preocupados com trabalho e afins e muito pouco com as coisas importantes” compreendo a questão de termos muito trabalho e afins, mas isso são tudo desculpas. Quando queres estar com alguém fazes de tudo para ter um tempinho, por muito pouco que seja. Isso de estarmos “demasiado tempo sozinhos em frente a um ecrã” é facilmente contornado, e tudo o que estamos aqui a falar fez-me lembrar isto: https://www.youtube.com/watch?v=GM6r4ESKMjc

    “Integração na sociedade para Tótós” anh? Então na verdade somos todos uns tótós :)
    Não tens nada de me agradecer, eu até tenho uma certa tendência para coisas "desinteressantes" por isso :P
  • Imagem de perfil

    De Tiago a 25.04.2015 às 12:59

    Eu diria que interessante é tudo aquilo que foge um pouco ao mais comum e vulgar; no fundo aquilo que possa fazer-me pensar em coisas que eu nunca tivesse imaginado. Não é a definição mais precisa do termo mas é facilmente aplicada na prática: o "Lost in Translation" é interessante porque tornou evidente uma série de coisas nas quais eu provavelmente nunca tinha pensado tanto se não as tivesse visto pelo prisma do filme.

    Quanto ao anúncio está muito giro realmente mas não é tudo tão simples como lá está apresentado; há distância (km) e falta de tempo para a contrariar . Mas pronto, é sem dúvida uma boa declaração de princípios :)
  • Imagem de perfil

    De Honey Jade a 01.05.2015 às 00:15

    Realmente não dá para refutar essa da distância. Mas se viveres relativamente perto das outras pessoas (amigos) isso do tempo não é desculpa. É sim falta de interesse/esforço.
  • Imagem de perfil

    De Tiago a 18.06.2015 às 21:43

    Concordo, vivendo perto e havendo vontade combina-se sempre qualquer coisa :-)
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D

    Links

    Blogs