Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zanadu!

Crónicas de Timbuktu, Trevim e Lisboa (nos melhores dias)

Zanadu!

Crónicas de Timbuktu, Trevim e Lisboa (nos melhores dias)

Acerca da chamada atitude

por Tiago, em 15.01.16

Uma das frases que mais define a minha personalidade e, e não vale a pena tentar suavizar, é a elegante expressão "Não sei, fodasse!". Dir-me-ão que sou um tipo um bocado rústico e sou levado a concordar; no entanto, o "Não sei" é a única resposta verdadeira que me ocorre à maioria das perguntas sérias que me fazem e o "fodasse!" é apenas um complemento que traduz a exasperação com que brindo quem expõe a minha ignorância. Serve este brutal prolegómeno para tentar explicar um bocado o que mais me fascina na recém descoberta obra dos Oasis. Tudo começou por acaso quando encontrei um concerto em Wembley ou Manchester e músicas como Slide Away ou Falling Down me chamaram a atenção para uma banda que até então conhecia essencialmente pelos inevitáveis Don't Look Back In Anger ou Champagne Supernova. 

Na verdade, a grande descoberta foi a de um grande vocalista no senhor Liam Gallagher, nome que para mim significava essencialmente tiradas bombásticas e geralmente ofensivas sobre outros colegas de profissão. Sem tirar nada do irmão Noel (veja-se por exemplo a brilhante versão acústica de Setting Sun ou The Masterplan), foi a atitude fuck off do Liam que me cativou e levou a investigar a fundo o que estes moços fizeram: tanto na dúvida optimista de Live Forever, no encanto de Songbird, no desespero de Don't Go Away ou na resignação pacífica de I'm Outta Time, os Oasis conseguem sempre pôr em palavras o que vai na cabeça de (julgo eu) muitas pessoas. E isso já não é pouco.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Links

Blogs