Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zanadu!

Crónicas de Timbuktu, Trevim e Lisboa (nos melhores dias)

Zanadu!

Crónicas de Timbuktu, Trevim e Lisboa (nos melhores dias)

Acerca do estereótipo judeu

por Tiago, em 29.04.13

O Complexo Portnoy de Philip Roth ressalta uma visão cómica dos judeus americanos, muito ligada ao manter das aparências, actividade que tendemos a associar aos subúrbios americanos. Subúrbios definidos como zona da classe média, onde a opinião dos vizinhos, com quem não nos relacionamos, se sobrepõe a qualquer sacrifício que tenha por isso que ser imposto ao resto da família. É neste ambiente que cresce Alexander Portnoy, filho de uma família judia de classe média, sedenta de manter as tradições ancestrais mas, inevitavelmente, sempre em choque com o estilo de vida americano. Portnoy associa todos os constrangimentos e pressões da infância (em especial os associados à relação materna) à pessoa em que se tornou.

Com um estilo ordinário (no melhor dos sentidos, até porque não existe outro) e um tremendo ritmo de comédia, Roth escreve a confissão feita por Portnoy ao seu psicólogo onde descreve em detalhe um conjunto assustador, verosímil, autêntico e comum de comportamentos, perversões e atitudes no relacionamento com o sexo oposto e consigo mesmo.

No cinema, A Serious Men dos irmãos Coen, traça também este retrato do judeu americano inseguro, apagado e com problemas de auto-estima que vive permanentemente no limbo entre a sua própria fé e o choque cultural. Seja verdade, caricatura ou mito, é realmente um tema com elevado potencial humorístico; fico à espera da versão cinematográfica d’ O Complexo Portnoy e sugiro Philip Seymour Hoffman para o papel principal.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Links

Blogs