Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Zanadu!

Crónicas de Timbuktu, Trevim e Lisboa (nos melhores dias)

Zanadu!

Crónicas de Timbuktu, Trevim e Lisboa (nos melhores dias)

Acerca da irracionalidade de Darwin

por Tiago, em 23.05.15

Depois de há uns posts atrás ter desmontado a farsa que é o teorema de Green, continuo agora a minha demanda na reformulação da ortodoxia científica, avançando de forma destemida para o derrube desse embuste histórico que é a teoria evolucionista de Darwin.

Há momentos na vida em que sou levado a questionar as teorias científicas mais largamente aceites no mundo. Quando uma pessoa sonha consigo própria a beber uma garrafa-amostra de after-shave e acorda a rir, tenho que questionar a eficácia do mecanismo de selecção natural. Milhares de anos a evoluir para se chegar a um espécime aperfeiçoado cujo cérebro lança estas brutais ideias.... Qual é a vantagem competitiva que isto me traz enquanto ser vivo que compete pela sobrevivência? A única que me ocorre é que num mundo onde a droga fosse muito cara ou inacessível, a mim bastava-me adormecer para ter todas as espectaculares sensações (alegadamente) proporcionadas por pós, comprimidos ou líquidos injectáveis. 

Claramente a selecção natural precisa de ser aperfeiçoada ela própria.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Links

Blogs